Mutação em batata

Quando nossas fontes de batata semente eram sementes importadas, não tínhamos preocupação com possíveis variações genética. Esta preocupação era das empresas detentoras da variedade ou produtora das sementes.


Hoje, temos produtores que fazem todo o material de propagação, desde mudas, mini tubérculos, todas as fases de multiplicação de sementes até a batata para consumo. A micro propagação ou cultura “in vitru” é uma técnica utilizada para a multiplicação de mudas de batata em todo mundo. Por ter as condições ambientais controladas (temperatura, luz e umidade) os laboratórios de cultura de tecido não diferem muito entre si dos diversos locais do mundo onde são construídos.
A utilização desta tecnologia com certeza trouxe grande avanço para a bataticultura brasileira. Evitamos trazer novas doenças e pragas com sementes e solo. Não corremos o risco da nossa batata semente fi car presa nos portos à espera de liberação alfandegária ou greves. Podemos planejar de maneira mais segura todo o processo de produção, ter grande quantidade de mudas em pouco espaço de tempo. São inúmeras as vantagens deste sistema.


Além das vantagens, não devemos esquecer dos possíveis riscos que podem ocorrer durante o processo. Um deles é o risco de mutações ou variações somaclonal. Mutação é bastante frequente em batata e também em outras espécies, quando submetidas à cultura de tecido. As alterações genéticas podem ocorrer devido ao ambiente artifi cial a que estão expostas e também por infl uência de hormônios que em muitos meios de cultura são adicionados. As possibilidades de mutação aumentam quando reduzimos o tamanho do propágulo. Desta maneira a extração de meristema pode gerar plantas diferentes da planta mãe.


As mutações podem ser positivas ou negativas
Como positiva, a planta mutante pode apresentar características melhores do que a originou. A batata mais plantada nos Estados Unidos é uma mutante, a Russet Burbank, que é uma mutação da variedade Burbank. No Brasil temos um exemplo de variedade mutante plantada a Jäette Bintje, que é uma mutante da Bintje holandesa. A variedade brasileira Aracy Ruiva é mutação da variedade Aracy.



Os dois tubéculos acima são da mesma variedade. A da esquerda corresponde às características da variedade e a do lado direito (pele lisa) é uma variação somaclonal


Nos Estados Unidos, seleções somaclonais fazem parte de muitos programas de melhoramento genético. A variedade Russte Norkotah possui pelo menos oito seleções que diferem entre si em muitas características, como resistência a doenças e necessidade de fertilizantes. Entram no programa de produção de semente como a Russet Norkotah, mas com a identifi cação da seleção, ou seja, tratada como variedade distinta.


O risco de mutações indesejáveis é bastante sério, de uma plântula com desvio genético, pode gerar em pouco tempo milhares de plântulas que não possuem as características da variedade. Muitas vezes, o problema somente será notado depois de muitas multiplicações. Observamos tubérculos diferentes, baixa produtividade e variação das características internas, como matéria seca e açúcares redutores.
Outras variações menos sérias podem ocorrer nos campos como variegação das plantas ou pele dos tubérculos. Este tipo de mutação é vista com frequência.


Plantas aparecem com manchas amarelas e verdes devido a alteração da pigmentação. Da mesma maneira, tubérculos (normalmente de pele vermelha) podem aparecer com manchas amarelas ou, às vezes, toda amarela. Este tipo de variação pode ser reversível, ou seja, tubérculos manchados podem voltar a cor inicial na próxima geração. Mas se tivermos uma lavoura de Asterix com pele de duas cores? Não seria fácil vender para o mercado que procura além do formato, qualidade interna e também cor e aparência.
Modo de prevenção deste problema:


• Propagação a partir de plantas e tubérculos com todas as características que correspondem à variedade (true to type)


• Renovar o estoque de mudas a cada ano.


• Em caso de qualquer anomalia interromper a produção e iniciar uma outra. Por segurança ter sempre novos lotes em processo de indexação para os principais vírus.


• Acompanhar as plantas em estufa e no campo e certifi car das características da variedade, como porte, cor da fl or, formato e cor dos tubérculos, regime de crescimento etc.


Toda tecnologia que vem ao encontro dos produtores para reduzir custos, melhorar a produção é sempre bem vinda, mas não devemos esquecer dos cuidados básicos para que não tenhamos decepção.
Não podemos deixar de mencionar o aspecto ético, muitas variedades usadas no país são protegidas por lei e quem multiplicar estas variedades sem a autorização do detentor, pode ser penalizado pela lei.


Pedro Hayashi
Agrícola Pirassu
pirassu@terra.com.br


Referências:
Ranalli, P.1997. Innovative propagation methods in seed tuber multiplication programmes-
Potato research 40:439-453.

VEJA TAMBÉM

Batata Semente-Brotação de tubérculos de cultivares de batata

Tubérculos de batata recém colhidos não emitem brotação, isto é apresentam os meristemas (gemas ou “olhos”) dormentes devido a fatores fisiológicos endógenos. A dormência (alguns denominam repouso) é definida como o estádio fisiológico no...

LER

Encontro Nacional da Batata – Concursos – Participantes

“Batata na Boca” “Raina da Batata”     “Casca da Batata – A mais comprida” “Segura o Saco”

LER

NOVAS CULTIVARES DE BATATA PARA MINAS GERAIS – Cultivares Holandesas.

Joaquim Gonçalves de Pádua – Pesquisador EPAMIG/FECD – Av. Santa Cruz, 500 – 37780-000 – Caldas – MG – (35) 3735.1101 – padua@epamigcaldas.gov.br A escolha correta de uma cultivar é muito importante para o...

LER

Vírus-Responsabilidade no critério de amostragem e interpretação de resultados laboratoriais em batata semente

José Marcos Bernardi batata@solanex.com.br (19) 3623-2445   Tu te tornas eternamente responsável por tudo aquilo que cativas. A célebre frase do pensador Antoine de Saint-Exupéry, poderia muito bem ser adaptada para o tema do título, porém em vez do...

LER