VI Seminário Mineiro de Bataticultura – Sucesso de público e de informações em Alfenas (MG)

Ernani Clarete da Silva, Professor – Pesquisador,
Doutor em Genética e Melhoramento Vegetal.
UNIVERSIDADE JOSÉ DO ROSÃRIO VELLANO – UNIFENAS – FACULDADE DE AGRONOMIA, Setor de Olericultura e Experimentação, CP 23 – CEP: 37130-000 Alfenas/MG (35) 3299.3119



Público VI Seminário Mineiro de Bataticultura
(Foto – Jornalismo UNIFENAS).


O Seminário Mineiro de Bataticultura é um evento realizado regularmente a cada dois anos e tem como principal objetivo discutir problemas e apresentar propostas de soluções para a bataticultura mineira. Os locais para a realização do mesmo são estrategicamente escolhidos em consonância com um tema, um cenário compatível e um local que ofereça as condições ideais de infra-estrutura física.


A produção de batata no Brasil oscila em torno de 2.900.000 toneladas anuais das quais Minas Gerais participa com 30,7%.



Palestra de Abertura do Doutor Marcelo Franco
(Foto – Jornalismo UNIFENAS)


Neste contexto, o sul do estado de Minas Gerais, juntamente com o Pólo Alfenas, em razão de sua peculiaridade climática se constitui em uma das pouquíssimas regiões no mundo onde se pratica três safras anuais, ou seja, safra das águas, safra da seca e safra de inverno, abastecendo o mercado de janeiro a dezembro. O Pólo Alfenas se destaca pela área significativa de plantio de Inverno e também pelo potencial de poluição sobre o Lago de Furnas que abrange 34 municípios da região, denominados municípios lindeiros.


O Seminário Mineiro de Bataticultura, na sua sexta versão, foi organizado pela Universidade José do Rosário Vellano (UNIFENAS/ NEOL Núcleo de Estudos em Olericultura) e Associação de Bataticultores do Sul do Estado de Minas Gerais (ABASMIG).
Procurou com o tema “A bataticultura de Inverno” discutir e apresentar propostas para problemas decorrentes da produção de Inverno, bem como reciclar produtores, técnicos e demais integrantes da extensa cadeia da batata com informações atuais e de extrema importância. Para isso, no período de 5 a 7 de abril, em Alfenas (MG), nas dependências da UNIFENAS, diversos assuntos foram apresentados por pesquisadores e técnicos de importantes instituições do Brasil e da França como: ABBA, ABASMIG, ANDEF, CEASAMINAS, CEPEA/ESALQ, Curadoria do Meio Ambiente de Alfenas, EMATER, EPAMIG, FERTI (França), IAC/APTA, IMA, INPEV, MAPA, UFLA, UFV, UFRGS e UNIFENAS.


A abertura contou com uma palestra do Secretário Adjunto da Agricultura de Minas Gerais, doutor Marcelo Franco com o tema: “Cadeia produtiva da batata: desafios e oportunidades”. Em seguida, durante o coquetel de abertura a FMC e SIA SANTA apresentaram a peça teatral de Bruno Fantini “Pintando o Sete” com uma agradável repercussão para setor de produção de batata, pela oportunidade do assunto e pela competência dos atores.



Composição da Mesa de Abertura do VI Seminário Mineiro de Bataticultura
(Foto – Jornalismo UNIFENAS)


Dados Estatísticos:
50 municípios participantes; 03 Estados; 02 Países; 40 instituições; 16 produtores; 142 acadêmicos de agronomia, de administração e de escolas agrotécnicas; 48 profissionais do ramo de revenda e assistência técnica; 25 professores e pesquisadores; 231 pessoas inscritas que assistiram pelo menos um painel; 19 palestrantes e 05 moderadores.


Os organizadores agradecem a todos que contribuíram para a realização deste evento e, em especial, ao Magnífico Reitor da Universidade, José do Rosário Vellano (UNIFENAS), professor Edson Antônio Vellano, pelo inestimável apoio sem o qual os objetivos propostos não teriam sido alcançados.



Público VI Seminário Mineiro de Bataticultura
(Foto – Jornalismo UNIFENAS)

VEJA TAMBÉM

Editorial – Custo de Produção de Batata no Brasil

O custo de produção de batata “com tecnologia” no Brasil varia em média de R$ 15 mil a R$ 20 mil por hectare. A produtividade nas principais regiões produtoras variam de 500 a 1.000...

LER

Bioplásticos e Batatas: o que isso tem haver?

João Carlos de Godoy Moreira – 16 3361.3213 – jcgodoy@biomater.com.br – www.biomater.com.br As pesquisas na busca de materiais biodegradáveis começou há muitas décadas. Diversos produtos estão no mercado há mais de uma década.Recentemente a...

LER

Abba promove visita de alunos da Esalq a lavouras de batata em Itapetininga – SP

    Alunos da disciplina Olericultura II, do curso de engenharia agronômica da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, da Universidade de São Paulo, Piracicaba, SP, em companhia do Professor Paulo César Tavares...

LER

Esverdeamento da Batata

Prof. Fernando Luiz Finger Departamento de Fitotecnia Universidade Federal de Viçosa 36570-900, Viçosa, MG   Os tubérculos da batata tornam-se verdes quando expostos à luz, esse processo é chamado de esverdeamento. Tal processo se...

LER