Produção de Batata Semente na Índia

Sr. Sunil Kumar1
Bhagatji Cold Storage
Delhi Road, Rithani
Meerut – 250002 – Índia
bhagatji@vsnl.com / goldcripsy@yahoo.co.in
“Artigo traduzido por Elcio Hirano, pesquisador da Embrapa,
Canoinhas – elciohirano.encan@embrapa.br



A batata foi a única espécie agrícola que, introduzida na Índia no início do século 17, alastrou-se em todas as partes do país. A produção aumentou de 1,5 milhões de toneladas em 1095 para 25 milhões em 2006. A produtividade da cultura subiu de 6,6 para 20,4 toneladas por hectare no mesmo período de tempo.


As épocas de produção de batata na Índia são condicionadas as diferentes condições climáticas, usando principalmente cultivares locais e o Programa Nacional de Melhoramento Genético de Batata têm o objetivo de fornecer cultivares que produzam bem em condições de fotoperíodo curto. A produção de batata semente é feita em zonas climáticas adequadas, sendo que as regiões montanhosas e planaltos elevados são consideradas regiões tradicionais para produção de batata semente. A oportunidade para maximinizar a produtividade é dificultado pela redução do comprimento do fotoperíodo e temperatura e pelo período livre de população de afídios que ocorre metade de mês de janeiro.A Índia é o único país da Ãsia, além do Japão, que tem implantado um bom programa de melhoramento genético e um programa nacional de produção de sementes.


O método denominado “Técnica de Parcelas de Sementes” provou ter sido um sucesso na metade da década de 60, e que foi possível multiplicar sementes sadias usando o conceito de plantio em épocas de baixa infestação de pulgões e da locação geográfica dos campos de produção. Sem este grande programa de produção, o país teria de importar atualmente, batatas semente de outros países e despenderia 480 milhões de dólares anualmente. O norte da India é a principal área de produção sementes, nos quais as regiões de Himachal, Punjab, Haryana, Uttar Pradesh são as mais adequadas, sendo que esta última também produz mais de 10 milhões de toneladas de batata consumo, que representa 45% do total nacional.


O programa indiano de melhoramento genético de batata desenvolveu 38 cultivares de alta produtividade para diferentes regiões agro-climáticas do país, além de serem bem adaptadas às condições de dias curtos. Em adição a estas duas características, muitos outros atributos desejáveis são associados às cultivares indianas, como a resistência a requeima, ao nematóide do cisto, à verruga, às viroses, a geada, ao estresse hídrico e tolerância ao calor , que foram os critérios usados durante o melhoramento genético. anteriormente era dada ênfase ao desenvolvimento de cultivares destinado ao mercado de batata in natura, mas durante a ultima década o melhoramento para cultivares destinado ao processamento tornaram-se importantes. Os trabalhos também foram iniciados para desenvolverem genótipos com tolerância a calor e a rachadura pelo frioe que tenham boas qualidades para processamento, além de serem adaptadas para produção em climas quentes. Além dos métodos convencionais de melhoramento, recentemente foram incorporadas técnicas de biologia molecular e uso sementes botânicas no desenvolvimento de cultivares.



Como no resto do mundo, os projetos de produção de sementes têm usado os laboratórios de cultura de tecidos vegetais para prover os materiais para as multiplicações no campo. No qual é feito através de plântulas ou mini-tubérculos e são denominados geração zero. As sementes livres de doenças para as multiplicações de campo são fornecidas por institutos de pesquisa do governo, desde o estagio das sementes dos melhoristas, para assegurar menor infecção possível e ter o melhor controle sobre os estágios de multiplicação. Estes são destinados aos departamentos estaduais de horticultura, universidades agrícolas, produtores de sementes mais tecnificados, etc.. As sementes certificadas, por conseguinte para plantio de batata consumo é destinado aos agricultores e outros usuários. Na categoria de semente certificada, a certificação e monitoramento de produção de sementes, são feitos pelos governos estaduais. Atualmente, os últimos avanços técnicos como a multiplicação rápida, cultura de tecidos, produção de micro e mini-tubérculos em telados tem sido integrados ao sistema convencional de produção de sementes para elevar os nível de sanidade e aumentar rapidamente os estoques de sementes.



Também alguns projetos de produção de semente privados tenham sido iniciados por grandes empresas para atender o mercado interno e exportação, que receberam autorização para usar cultivares estrangeira, bem como importar sementes sob autorização do governo indiano. Esta importância tem sido dada, para que cada vez mais produtores privados entrem no mercado, para atender a demanda interna e mundial.
As épocas de plantio iniciam em outubro e as colheitas finalizam em fevereiro, tradicionalmente a maior parte da semente é coletada e selecionada manualmente, estas são curadas no campo em pilhas cobertas, após o beneficiamento, os lotes de sementes são embalados, etiquetados in sacos de juta e imediatamente transferidos para câmaras frias durante o período de verão. A indústria da batata é grande e tem potencial para desenvolver mais para se tornar competitivo no comercio internacional.


 

VEJA TAMBÉM

Presidentes da ABASP

A ABASP foi fundada em 01 de agosto de 1995 através da iniciativa dos produtores de batata, da região sudoeste do estado de São Paulo. A iniciativa originou-se da necessidade de união para defender...

LER

Sipcam Agro investe em unidade de formulação GRDA no Brasil

Em visita ao Brasil, a direção da empresa italiana Sipcam anunciou um investimento de R$ 15 milhões na construção e na ampliação das instalações industriais de sua subsidiária brasileira, a Sipcam Agro, para o...

LER

Importações Brasileiras de Batata Semente 2002 / 2003

Fonte: ANABA (Associação Nacional da Batata) A – Classificação por empresas exportadoras Exportador País Variedades Quantidades % s/ Total COOP. AGRICO B.A. HOLANDA Agata Bintje Almera Amorosa Armada Arnova Fontane Maranca Markies Sinora Total...

LER

Bataticultor: cuidado com o ataque de lagarta-do-cartucho em batata

A lagarta-do-cartucho Spodoptera frungiperda (Lepidoptera: Noctuidae) é uma importante praga na cultura do milho. O inseto ocorre durante todo o ano no campo, em maiores infestações na primavera-verão. A lagartado- cartucho pode atacar tubérculos...

LER