Entrevista – Consumidor

Entrevistado
Regina Célia Martins Paganotti
Rua da Cascata, 5 cobertura – Tijuca Rio de Janeiro/RJ
Rio de Janeiro, 14 de novembro de 2006


1 – Quais as formas de preparo que você mais consome batata?
Cozida na água e sal e, depois, regada com azeite e salpicada com salsa, como purê, rostie, palito, portuguesa.


2 – Onde você compra frequentemente batatas frescas?
No Hortifruti aqui no Rio, que prima pela qualidade de seus produtos.


3 – Quais os critérios que você utiliza na hora de comprar batatas frescas?
A aparência da batata e o prato que pretendo preparar com ela.


4 – Quais são as principais dificuldades que você encontra na hora de comprar batatas frescas?
Não tem em todo lugar. Em geral, aqui no Rio de Janeiro consigo comprá-las no Hortifruti (matriz no Espírito Santo), onde os produtos são de ótima qualidade.


5 – Você já ficou alguma vez decepcionado com as batatas frescas que você comprou? Por quê?
Não, pois procuro comprar em lugares que primam pela qualidade.


6 – O que deveria ser feito para ajudá- lo a escolher a batata fresca certa para a finalidade que você deseja?
Fazer uma divulgação maior das finalidades de cada tipo de batata.


7 – Você prefere comprar batata lavada ou escovada? Por quê?
Prefiro a batata lavada. Ficam mais visíveis os defeitos e/ou pontos estragados.


8 – Qual o tamanho de batata fresca que você tem preferência? Por quê?
Tamanho médio. Porque a impressão que tenho é que as batatas muito grandes são duras.


9 – Você prefere comprar batata de pele amarela ou vermelha? Por quê?
Depende da finalidade. A de pele amarela costumo usar para purês ou para batata rostie; já a de pele vermelha gosto para comer cozida na água e sal.


10 – Atualmente você consome mais ou menos batata? Por quê?
Tenho comido pouca batata, porque estou de dieta e tenho preferido as folhas, embora a batata também faça parte do meu cardápio umas duas vezes na semana.


11 – O que você acha da batata como alimento?
É um ótimo alimento, vai bem com qualquer carne (peixe, carne vermelha, frango), com ela se faz diversos tipos de pratos, é rápida de fazer – em 5 minutos de microondas dá para fazer uma batata bem gostosa.

VEJA TAMBÉM

Entomologia-Lagarta falsa-medideira da soja: provavelmente será uma nova praga na cultura da batata

Júlio César de Souza, Bolsista Fapemig Paulo Rebelles Reis, Bolsista do CNPq Rogério Antônio Silva, Bolsista Fapemig Lenira Viana Costa Santa-Cecília, Bolsista Fapemig William Resende Alexandre Júnior, Bolsista Fapemig Pesquisadores da Epamig Sul de...

LER

Mecanização de Batata no Brasil

Leonardo Ubiali JacintoDiretor ComercialPivot Equipamentos Agrícolas e Irrigação Ltda.leonardo@pivot.com.br Por falta de investimento, conhecimento e até mesmo confiança, a colheita de batata no Brasil ainda se vale da utilização da mão de obra braçal...

LER

Hidroponia – Um avanço na produção de sementes pré-básicas de batata

Na cultura da batata a utilização de sementes de alta qualidade fitossanitária, é requisito fundamental para a obtenção de elevada produtividade. Torna-se, portanto, de grande importância, a identificação de sistemas eficientes de multiplicação de...

LER

Uma visão moderna das associações

André Meloni Nassar Pesquisador da Fipe Agrícola e do PENSA (Programa de Estudos dos Negócios do Sistema Agro-industrial) fone: (11) 3767 1737 O tema das associações de representação parece estar ganhando importância na imprensa...

LER