Importações desnecessárias

A abundância de recursos naturais existentes no Brasil permite a produção de todos os alimentos necessários ao consumo humano. A produ ção é suficiente para o abastecimento interno e também às exportações a paises que não são capazes de produzir seus próprios alimentos.

Apesar desta situação extremamente privilegiada e dos sucessivos saldos positivos da balança comercial do agronegócio acreditamos que os resultados poderiam ser muito melhores para o Brasil, ou seja, aumentar as exportações e reduzir as importações.
O aumento das exportações de produtos agrícolas, tais como soja, açúcar, frutas, café, suco de laranja etc, resulta da qualidade dos produtos brasileiros, do empenho de alguns setores do governo atual e da organização e profissionalismo das empresas e produtores modernos.

A exportação brasileira irá aumentar muito a partir do momento que os problemas internos (infra-estrutura, tributações excessivas, burocracias, pesquisa, organização etc) e externos (subsídios, taxações etc) forem resolvidos.
As importações desnecessárias de produtos agrícolas (alho, batata, cebola, tomate, frutas, trigo etc) resultam da insensibilidade do governo e da predominância da falta de organização e profissionalismo das empresas e produtores.
A decadência ou desaparecimento de toda uma cadeia produtiva é uma realidade atualmente no Brasil.

As áreas plantadas das culturas acima citadas vêm reduzindo rapidamente e, em alguns casos, já é próxima de 100% em varias regiões. Os campos antes produtivos são abandonados ou entregues às instituições financeiras para pagamento de dívidas e as pessoas envolvidas na atividade migram e vão se somar ao crescente contingente
de desempregados ? uns dos maiores problemas do Brasil e de muitos países.
As soluções são relativamente complexas na atual conjuntura, no entanto, acreditamos que medidas inteligentes, simples, objetivas e nacionalistas poderão contribuir significativamente para reduzir as importações desnecessárias.
Considerando ser fundamental atender às necessidades, anseios ou possibilidades do consumidor brasileiro, ou seja, produto de baixo custo, prático, saudável e saboroso, sugerimos para reduzir as importações desnecessárias a organização profissional e a união das cadeias produtivas visando a uma atuação política conjunta a nível de governos federal, estadual e municipal.

O objetivo desta sinergia é sensibilizar nossos governantes sobre a importância social e econômica através da apresentação de propostas de soluções que modernizarão e tornarão competitivas estas cadeias produtivas.
Destacamos algumas propostas que poderão contribuir para reduzir ou evitar as importações desnecessárias: apoio à pesquisa e ao ensino para geração de mão-de-obra qualificada e novas tecnologias, redução dos custos de produção – custo Brasil, incentivo à industrialização dos produtos agrícolas, modernização das legislações e fiscalizações modernas etc.

Recentemente observei, em um restaurante, pessoas consumindo batatas fritas que foram produzidas a mais de 11.000km. Estávamos a 800m de uma unidade de beneficiamento de batata. Até posso entender as razões, mas não consigo aceitar…
As reduções das importações desnecessárias proporcionarão mais empregos,
menos concentração de renda e nossa gente poderá comer alimentos mais frescos, saudáveis e saborosos….e o Brasil precisa urgentemente destas mudanças…

Autor: Natalino Shimoyama, Gerente Geral ABBA

Fonte: Revista Cultivar HF - Junho/Julho 2004 - ano V - nº 26

http://www.cultivar.inf.br/
VEJA TAMBÉM

Luta Desigual

Produtores de Batata que abastecem o mercado interno sofrem com descaso, tributações e barreiras impostas para a produção

LER

Rótulo para venda

ABBA ressalta a importânciada rotulagem da comercialização de batata fresca no Brasil.

LER

Importância da Pesquisa

A ABBA defende aprimoramento da pesquisa na área agrícola brasileira, de modo a oferecer soluções práticas que ajudem a solucionar problemas e garantir a sustentabilidade das diversas cadeias produtivas

LER

Esvaziamento Preocupante

Queda na participação em eventos setoriais e científicos expõe os reflexos de um cenário de retração de consumo, baixos preços, desmonte de pesquisa e aguda crise política no Brasil. PARA LER A MATÉRIA NA...

LER